CONGRESSO GARANTE BENEFÍCIO PARA PRODUTORES E TRABALHADORES RURAIS
O plenário do Senado Federal aprovou na quarta (22) o auxílio emergencial de R$ 600. O Projeto de Lei 873/2020 ainda precisa ser sancionado pelo Presidente da República.

Uma atuação conjunta da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) assegurou o benefício a pescadores profissionais e artesanais e a agricultores familiares, entre outras categorias profissionais.

O auxílio emergencial para os agricultores familiares é fundamental nesse momento marcado pela redução na comercialização, principalmente em feiras e em mercados.

A Lei 13.982/20 que criou o auxílio emergencial já contemplava trabalhadores informais de todos os setores da economia, inclusive do meio rural, mas o Projeto de Lei 873/20 deixou a questão mais clara, ao especificar profissões e atividades como agricultores familiares, pescadores artesanais, extrativistas e arrendatários, dentre outras, explicou a coordenadora da Assessoria Jurídica da CNA, Taciana Bastos.

Após a sanção presidencial, o pagamento poderá ser realizado por casas lotéricas, correios e bancos virtuais contratados pelas instituições financeiras públicas, seguindo calendário publicado pelo Governo Federal.

Fonte: CNA

Compartilhe nas Mídias Sociais

Fale Conosco
faes@faes.org.br
+55 (27) 3185-9227
Av. Nossa Senhora da Penha, 1495
Torre A, 10º Andar - CEP: 29056-243
Santa Lúcia, Vitória - ES